Você acha que bater ensina?


Falar sobre esse tema é bem delicado. É bem provável que ninguém goste de bater nos filhos e que não quer que isso aconteça, mas quando isso acontece as crianças acabam aprendendo algumas coisas. Aí surge a pergunta se é isso que queremos ensinar?


Existem três situações prováveis que ela possa entender com esse tipo de comportamento:


A primeira coisa que a criança aprende quando isso acontece é ter medo do mais forte. Ela tem medo do adulto, ela pode ter medo do futuro chefe quando crescer, do menino mais forte da escola e assim por diante.


A segunda coisa que a criança aprende é que essa é uma possibilidade pra resolver seus conflitos. Uma hora que ela tiver qualquer tipo de dificuldade vai acabar batendo em outra criança, na escola, no parque e até mesmo nos irmãos para resolver o conflito, afinal de contas é assim que ela entende que se resolve os conflitos dentro de casa.


O terceiro aprendizado é que a criança entende que é melhor bater do que dialogar, evitando assim dizer o que a incomodou realmente e assim por diante.


Quando um pai ou uma mãe bate no filho, normalmente ele busca o controle de uma situação que se descontrolou, é quando a criança faz algo de errado. Os pais com a tentativa de buscar o controle acaba batendo e perdendo o controle. Sendo assim, fica muito difícil a criança entender que aquele movimento de bater (a maioria das vezes cometida pelos pais) em um momento totalmente descontrolado, serve para controlar alguma coisa.


A criança fica muito confusa e isso faz com que ela não aprenda. Quando a criança leva um tapa ela automaticamente para de fazer o que estava fazendo e isso é a grande ARMADILHA! Muitos pais pensam que o tapa funciona porque a criança parou, mas parou por uma única razão, ela se assusta, fica com medo e isso faz com que pare, mas sem entender e sem aprender.


As crianças de hoje não toleram mais falta de respeito e questionam esses comportamentos, pois tem bem mais acesso a informação do que antigamente.


Todo caminho através do tapa gera distância, medo e um comportamento carregado de mentiras. A criança começa a mentir pra evitar esse momento, o confronto, o tapa e o sofrimento que acompanha.


Existem outros caminhos que é o do reconhecimento, do respeito, do amor e da firmeza, mas nunca da agressão.


Buscando outros caminhos o resultado pode ser diferente, existem outras possibilidades. Cuidar da criança significa cuidar integralmente na condição física, psíquica e social e com muito amor ela aprende e vai fazer diferente.


29 visualizações

Rua Hilário Ribeiro, 202/501 -  Moinhos de Vento - Porto Alegre/RS

Tel: 051-3109-9999

  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • White Facebook Icon

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira das 08:00 às 20:00